Paróquia inicia Centro de Apoio Agostiniano

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Yara Maia – É com muita alegria que a Paróquia Santa Rita de Cássia em Vitória – Espírito Santo (Brasil) anuncia a todos o pontapé inicial de seu Centro de Apoio Agostiniano, um projeto que vai trabalhar com voluntários, buscando integrar os paroquianos, formando uma equipe multidisciplinar para criar uma rede de apoio às crianças.

O espaço irá funcionar no quarto andar do Centro Pastoral Frei Cândido e faz parte da Arcores, que é o movimento social da Ordem dos Agostinianos Recoletos (OAR) desenvolvido para ser um instrumento solidário de ações sociais, divulgando o carisma agostiniano. O objetivo é organizar e ajudar a sociedade para que vivam com dignidade.

A Arcores não é uma organização não governamental (ONG), e sim uma rede solidária da família agostiniana no mundo. Embora esteja começando na paróquia Santa Rita, em Vitória, a rede de apoio existe há décadas e atua nos 22 países onde a OAR está, visando a ajudar os que estão em situação de vulnerabilidade, sendo uma tentativa de unir forças para que ninguém lute sozinho, usando a dimensão social junto com o Evangelho. 

A rede de apoio atua de acordo com a realidade de cada lugar, e mesmo no Brasil, onde a presença da Arcores é grande, as necessidades são diferentes. Em Lábrea, no Amazonas, no Rio de Janeiro, ou Muqui, no Espírito Santo, as ferramentas utilizadas variam de acordo com a realidade de cada lugar, mas a missão é a mesma: Mover corações, transformar vidas! 

Na paróquia, o trabalho visa apoiar as crianças de 0 a 12 anos, com acompanhamento às suas famílias. O objetivo do projeto é envolver os nossos paroquianos nessa rede de apoio, colocando suas profissões a serviço das crianças, e também realizando campanhas para atender às suas diversas demandas: medicamentos, produtos de higiene, alimentos, roupas, e o que mais for necessário.

Na equipe que está sendo montada, há assistente social, psicólogo infantil, voluntário para as visitas domiciliares, pediatras e outras especialidades, dentistas, advogados, que voluntariamente prestarão atendimento em seus consultórios, clínicas e escritórios. Esses atendimentos serão encaminhados de acordo com o diagnóstico do assistente social.

O trabalho já começou! Uma parceria com o Hospital Infantil, através da assistência social, já encaminhou algumas famílias que estão sendo atendidas. Estamos acolhendo também crianças e famílias acompanhadas pela Pastoral da Criança da região de Itararé, São Benedito e Consolação.

O pároco, frei Ademildo, fala sobre o projeto. “Estamos num processo embrionário na paróquia, sempre colocando características agostinianas e buscando tornar nossa paróquia cada vez mais solidária. Convidamos todos os paroquianos a conhecerem o Centro de Apoio Agostiniano”, explica. 

O frei completa que é imprescindível que os paroquianos se integrem ao projeto. “O Centro de Apoio é da Paróquia Santa Rita de Cássia. Não é de um voluntário ou de um frei. Até porque os freis que estão na paróquia hoje, em algum momento vão para outros lugares, mas a comunidade fica. Contamos com todos!” 

Conheça mais desse Centro de Apoio seguindo o Instagram: 👇🏼

https://www.instagram.com/p/CV3SBEplhMS/?utm_medium=copy_link

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
DESTACAMOS

“Não tenhamos medo, o Senhor está conosco”

Site da Ordem – O Prior geral presidiu a Eucaristia …

Ordenação Sacerdotal de frei Gabriel Finol OAR

A Ordem dos Agostinianos Recoletos, Província Santo Tomás de Vilanova …

Ato Comemorativo dos 400 anos do primeiro Capitulo Geral dos Agostinianos Recoletos

Iniciamos o ato comemorativo dos 400 anos do primeiro Capítulo …

ARTIGOS RELACIONADAS
COMENTÁRIOS