Entrevista com Fr. Sidney Pereira: apontamentos sobre a sua consagração

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Fr. Sidney Pereira fará a sua Profissão Solene, neste sábado, no Espírito Santo

│Rodolfo Pereira│No dia 18 de setembro, às 18h Fr. Sidney fará a sua profissão solene aos pés da Virgem da Consolação, nesta paróquia a ela dedicada em Cachoeiro de Itapemirim – ES. Como de costume, ele se prostrará no chão com os braços cruzados na frente do altar antes de dizer a fórmula da profissão e assinar a ata. Seus votos religiosos serão recebidos pelo Prior Provincial Frei Miguel Ángel Hernández Dominguez.  O religioso agostiniano recoleto Fr. Sidney é natural de Cachoeiro, e passou fazendo o discernimento vocacional na sua cidade de origem.

a) Como você conheceu os Freis Agostinianos Recoletos?

Eu comecei a conhecer participando em uma missa na Paróquia da Consolação, ouvindo a homilia do Fr. Silvestre, daí em diante refletia: “servir a Jesus na sua Palavra, com minha Vida”. Aproximando da realidade local conheceu outros religiosos como Fr. Sérgio Gusson, Fr. Edielson, que na época foi o seu promotor vocacional e auxiliou em seu processo de discernimento vocacional.

b) O que te marcou ao longo da formação inicial?

Me recordo claramente do período do noviciado, onde o vínculo de oração era bastante forte. Um tempo maravilhoso! Inesquecível! Sobretudo, me recordo das experiências de catequeses realizadas em alguns colégios da região. O noviciado é o lugar de encontrar consigo mesmo e a reforçar a sua vocação.

c) Onde foi que você realizou o seu ano de inserção pastoral?

Me recordo com muito carinho da Paróquia de São Januário e Santo Agostinho, em São Cristóvão, Rio de Janeiro. “Foi uma alegria muito grande”. E, o que mais me marcou foi trabalhar com a juventude (PJ – Pastoral da Juventude, MEJ – Movimento Eucarístico Jovem e a JAR).

d) O que te marcou ao longo da caminhada vocacional?

O que me marcou muito foram os retiros, em especial, um retiro organizado pela JAR, que aconteceu em Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo.

e) Qual a mensagem que você deixa para o jovem de hoje?

Deus nos chama de formas diferentes, por isso, procure alimentar a sua fé e alimentar o desejo pela busca do Senhor em sua vida. Para facilitar a sua experiência converse com o seu pároco caso você se sinta chamado, ou procure um promotor vocacional para realizar um acompanhamento junto com você. Faça sempre a pergunta: “Qual é a missão que Deus me confiou ?”.

f) O que você espera da consagração total ao Senhor?

Será um momento de graça em minha vida onde poderei estar junto aos meus familiares e irmãos de hábito concretizando o meu sonho de servir ao Senhor de forma mais plena: com a minha vida.

g) Qual a lição que você aprendeu neste tempo de pandemia?

Eu aprendi a valorizar ainda mais a vida de oração, o trabalho manual e a vida fraterna. Também pude observar como os paroquianos sofreram neste período.

Ao final, deste percorrido sobre a sua vida, seguimos animando os jovens a realizarem a experiência com o Senhor. Então, participe do Tríduo Vocacional que está acontecendo de Quarta à Sexta, do dia 15 a 17 de setembro, direto da Paróquia da Consolação, em Cachoeiro de Itapemirim, sempre às 18h30. E a Profissão Solene também será transmitida no sábado, dia 18, às 18h.

Assista a transmissão ao vivo em nosso Youtube: https://www.youtube.com/santotomasdevilanova

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
DESTACAMOS

CSA-Leblon: Dia Vocacional Missionário para o Ensino Médio

Pastoral CSA- Leblon – Os alunos do Ensino Médio participaram …

20 de outubro: Santa Madalena de Nagasaki

Padroeira da Fraternidade Secular Agostiniana Recoleta Frei Jose Roberto Mason …

Cinco ideias do Congresso sobre a Vida e a Dignidade Humana

O Centro de Espiritualidade Agostiniano Recoleta da Andaluzia realizou, de …

ARTIGOS RELACIONADAS
COMENTÁRIOS