Visita do Prior Provincial ao CSA-Leblon: gratidão, orgulho e humanização das relações

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Comunicação CSA-Leblon – O Colégio Santo Agostinho-Leblon recebeu, no dia 24 de junho, a visita do prior provincial da Província Santo Tomás de Vilanova, Frei Miguel Ángel Hernández, e do secretário provincial, Frei Juan Manuel Zanutti. O diretor da unidade, Frei Jesus F. I. Roitegui, juntamente com Frei Didier Esperidião Neto, coordenador de Pastoral, acolheram os confrades e os representantes das gerências, setores e equipes que compõem o Colégio, expressando sua alegria em recebê-los, principalmente, neste ano em que o CSA-Leblon celebra 75 anos de fundação.

“Acolhemos a todos com entusiasmo e esperança nesse momento tão significativo para o Colégio Santo Agostinho. Sabemos que a pandemia não nos tem impedido de realizar atividades inéditas e com participação numerosa de alunos e famílias. Embora virtualmente, é uma maneira de se fazer presente.A presença de todos aqui representa uma ratificação da Missão Educativa da Ordem, que vem sendo renovada ao longo da sua História: acreditamos no Ensino, na Ciência, no Conhecimento, na Pesquisa e na Cultura. O ensino acadêmico é, pois, uma ação que toca o cerne de todos nós, agostinianos”, ressaltou Frei Jesus Roitegui.

O diretor do CSA-Leblon ponderou, ainda, sobre o que acredita ser o caminho de excelência para uma sólida formação social, ética, moral, espiritual e acadêmica.

“Cada instituição se organiza e se estrutura para obter bons resultados, sendo assim, a inquietude de Agostinho nos levou a pensar numa estrutura organizacional que respondesse aos desafios e demandas de um colégio do século XXI. Acreditamos que o trabalho compartilhado, analisado e visto por ângulos diversos, geralmente dão respostas e resultados mais justos, e correspondem aos anseios e às expectativas daqueles que as solicitam.A vida de um colégio não se faz com “receitas prontas”, mas faz-se necessário manter a tradição dos Valores, das Bases e dos Fundamentos; são eles que nos norteiam, nos asseguram a qualidade e a excelência que há anos estamos mantendo”, pontuou.

Durante a visita, colaboradoresdas gerências, setores e equipes tiveram a oportunidade de apresentar ao prior provincial e a seu secretário uma visão panorâmica da vida escolar em tempos de pandemia. Os funcionários também falaram sobre as esperanças que os asseguram na Missão, Identidade e Valores como Agostinianos Recoletos. Frei Miguel Hernández iniciou sua mensagem agradecendo a todos pelas ações que estão sendo desenvolvidas no Colégio e recordou a importância dos predecessores que construíram essa história de sete décadas e meia.  

“É sempre uma alegria perceber que a gente vai evoluindo, avançando, abrindo novos espaços e dando respostas às necessidades de cada dia. Depois de tudo que eu vi e ouvi durante essa visita, resumiria esse momento em duas palavras: gratidão e orgulho. Gratidão pelo trabalho que estão realizando, por esse esforço enorme que tiveram durante a pandemia, porque vestiram a camisa do Colégio para que, também neste tempo pandêmico, continuemos a oferecer a mesma excelência do ensino presencial. E orgulho de perceber que algo que faz parte da minha vida, da história dos Agostinianos Recoletos, tem uma projeção na sociedade carioca, tem um nome e é referência no Rio de Janeiro. Isso vem sendo construído ao longo de todos esses anos e cada um que chega vai colocando seu tijolinho nessa construção histórica do Colégio Santo Agostinho. Tenho um orgulho santo, sadio, e agradeço de coração por todo o trabalho que os nossos colaboradores têm realizado aqui no CSA-Leblon”, afirmou Frei Miguel.      

O prior provincial da Província Santo Tomás de Vilanova destacou que, do ponto de vista empresarial, o Colégio Santo Agostinho tem se adaptado e dado respostas às exigências do tempo atualcomo uma “engrenagem perfeita”. O religioso exortou, ainda, sobre a necessidade de humanizar as relações. “As distintas áreas do CSA-Leblon estão em comunhão e isso é muito bom. Estamos nos profissionalizando cada vez mais, o que é necessário, pois não podemos perder o trem da tecnologia, da eficiência e da eficácia, dando respostas às necessidades do mundo atual. Temos que dar respostas também à pais e responsáveis que confiam seus filhos a nós, portanto, não percamos o lado humano, esse jeito de ser família, de acolher as pessoas, mostrando que elas fazem parte de uma instituição que sabe escutá-las, transmitindo ânimo, confiança, esperança e fé. Santo Agostinho foi um grande homem humano, que nas suas Confissões soube expressar como ninguém os sentimentos do seu coração: amar e ser amado, como ele dizia. E esse é o meu desejo para essa Comunidade Escolar, que ela nunca perca a humanidade! Que Deus abençoe a todos do CSA-Leblon e que possam, a cada dia, renovar esse entusiasmo, buscando novas maneiras de acertar, de desejar sempre o melhor para cada aluno, reconhecendo que somos protagonistas da nossa história”, finalizou Frei Miguel Hernández.     

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
DESTACAMOS

“Não tenhamos medo, o Senhor está conosco”

Site da Ordem – O Prior geral presidiu a Eucaristia …

Ordenação Sacerdotal de frei Gabriel Finol OAR

A Ordem dos Agostinianos Recoletos, Província Santo Tomás de Vilanova …

Ato Comemorativo dos 400 anos do primeiro Capitulo Geral dos Agostinianos Recoletos

Iniciamos o ato comemorativo dos 400 anos do primeiro Capítulo …

ARTIGOS RELACIONADAS
COMENTÁRIOS