‘Deus chamou ao Céu uma das suas testemunhas mais fiéis’

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

│Rodolfo Pereira│O frei Pedro Olavo de Queiroz, religioso da Ordem dos Agostinianos Recoletos, vinculada à Província Santo Tomás de Vilanova, após longo período de enfermidade, fez sua páscoa definitiva no dia 24 de junho, na Solenidade da Natividade de São João Batista, padroeiro de sua paróquia de origem, da qual era devoto. Nos últimos 31 anos exerceu seu ministério na Paróquia São Januário e Santo Agostinho, no bairro de São Cristóvão, no Rio de Janeiro.

A missa de exéquias, realizada no dia 25 de junho, foi presidida pelo arcebispo do Rio, Cardeal Orani João Tempesta e, entre os concelebrantes, o provincial frei Edmilson Vidal e o pároco da Paróquia São Januário e Santo Agostinho, frei Edielson Oliveira da Cunha. Frei Pedro, que tinha 79 anos, foi sepultado no Cemitério São João Batista, em Botafogo.

PERFIL – Frei Pedro Olavo nasceu em 3 de maio de 1942 em Muqui, no Espírito Santo. Ingressou no Seminário da Ordem dos Agostinianos Recoletos em 1958, professou os primeiros votos na Paróquia Nossa Senhora Aparecida (Capelinha), em Franca (SP), no dia 28 de fevereiro de 1960, e foi ordenado sacerdote, no dia 17 de dezembro de 1967, no Seminário Nossa Senhora Aparecida (Capelinha), em Franca (SP), por Dom Frei Felício César da Cunha Vasconcellos.

Exerceu seu ministério em vários lugares: nas missões de Lábrea e Manaus; nas cidades do interior de São Paulo, Igarapava e Franca, e nas cidades do Espírito Santo, Vitória, Muqui e Cachoeiro de Itapemirim, e por último, na Paróquia São Januário e Santo Agostinho, no Rio de Janeiro.

TESTEMUNHOS – “Hoje Deus chamou ao Céu uma das suas testemunhas mais fiéis. Um grande privilégio ter vivido com esse santinho. Interceda por nós, frei Pedro, junto de Deus nosso Senhor!”, disse o provincial da Província Santo Tomás de Vilanova, frei Miguel Ángel Hernández.

Segundo o frei Edielson Oliveira de Cunha, pároco da Paróquia São Januário e Santo Agostinho, frei Pedro marcou a comunidade com seu jeito simples de ser. “Ele era muito tranquilo e humilde, e aos poucos foi ganhando o carinho da juventude e da comunidade. Além de muito querido na arquidiocese, ele era muito procurado por outros padres aqui da região para confissões. Sempre disponível, sempre pronto para atender, uma pessoa muito querida. Dentro da comunidade, foi realmente um grande pai, um grande amigo”, disse o pároco.

Para o agente da Pascom paroquial, Fernando Farias, que é aluno da Escola Diaconal Santo Efrém, da Arquidiocese do Rio, frei Pedro era um padre muito querido na comunidade a qual serviu a Cristo nos últimos 31 anos. “Um amigo que fazia a gente sorrir com suas histórias e piadas na hora das refeições, e encantava também tocando piano e com o testemunho de tantas gerações de famílias que receberam o sacramento do batismo, primeira comunhão, matrimônio. O nosso muito obrigado por tudo que ele fez por nós”, disse Fernando Farias. Para Mariana de Fátima Silva de Souza, da Paróquia São João Batista, em Muqui, “frei Pedrinho foi um grande pastor na nossa paróquia em tempos difíceis e sempre uma pessoa muito alegre e participativa. Deixou um grande legado, batizou e casou muitos filhos de Muqui. Mesmo em tempos que estava doente, nunca abandonou a sua terra natal, Muqui”.

Já Zuleica Bueno de Andrade, também da Paróquia São João Batista, em Muqui, contou que frei Pedro Olavo era de uma família tradicional da cidade, sempre dedicado a sua missão. “Homem de fé, nunca nos deixava triste, sempre trazia uma mensagem de fé e alegria. Celebramos 50 anos do seu ministério, e, mesmo doente, continuou mandando mensagens para seus fiéis e continuava celebrando com muita alegria”, contou Zuleica.

Fonte: Jornal Testemunho de Fé – Arquidiocese do Rio de Janeiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
DESTACAMOS

“Não tenhamos medo, o Senhor está conosco”

Site da Ordem – O Prior geral presidiu a Eucaristia …

Ordenação Sacerdotal de frei Gabriel Finol OAR

A Ordem dos Agostinianos Recoletos, Província Santo Tomás de Vilanova …

Ato Comemorativo dos 400 anos do primeiro Capitulo Geral dos Agostinianos Recoletos

Iniciamos o ato comemorativo dos 400 anos do primeiro Capítulo …

ARTIGOS RELACIONADAS
COMENTÁRIOS