A Equipe de Revitalização da Ordem avalia seu trabalho e traça planos para o ano de 2022

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Frei  Bruno N. D’Andrea | Roma | A Equipe de Revitalização da Ordem (ERO) se reuniu em Roma de 27 de abril a 1º de maio; nesta ocasião, pela primeira vez, em modo misto (presencial e virtual).

Tratou-se de  encontro anual em que são programadas várias atividades, a preparação de materiais para os Exercícios Espirituais Agostinianos, oficinas de oração e retiros mensais da Ordem, entre outras coisas; também se avaliam os passos dados até agora para cumprir o que o último Capítulo Geral solicitou: «Manter a Equipe de Revitalização da Ordem (ERO) [como órgão dependente do Prior Geral PVM 34] para continuar a elaboração de materiais para exercícios espirituais e oficinas de oração, dar cursos de formação para multiplicadores e desenvolver oficinas para educar na interioridade (PVM, 37) ».





Pudemos constatar que algumas dessas orientações foram realizadas e frutíferas, especialmente em relação aos Exercícios Espirituais Agostinianos (EEA), que chegam aos frades, religiosos e leigos da família agostiniana. Porém, em outras áreas, notamos que mais pode ser feito, especialmente na divulgação de materiais e na implementação de processos de crescimento espiritual e compromisso eclesial.





Da mesma forma, há um grande potencial nas Oficinas de Oração Agostiniana  que, com uma adaptação prudente e criativa, podem ajudar a criar espaços de oração e de educação interior. Em algumas áreas da Ordem, e também fora dela, estão dando frutos. Sem dúvida, uma plataforma na qual se nota que são eficazes e dinamizadores são os Centros de Espiritualidade Agostiniano Recoleta (CEAR), especialmente neste momento difícil devido à pandemia em que esses centros conseguiram chegar a muitos lares e casas religiosas.





A este respeito, o Prior geral, Fr. Miguel Miró Miró, exortou-nos a continuar o caminho percorrido, mas tendo em conta que a partir de agora a Equipe de Revitalização tem que se deixar embeber pelo que a Igreja e a Ordem estão passando para viver no próximo ano: um tempo de graça marcado pela sinodalidade.  A Igreja viverá uma nova experiência sinodal, já que o Papa Francisco convocou para o próximo ano um Sínodo dos Bispos dedicado ao tema da Igreja e da sinodalidade e, além disso, a Ordem celebrará um novo Capítulo Geral a partir de 1º de março em Roma .





Além disso, depois deste evento, acontecerão os Capítulos Provinciais, que terão a tarefa de se sintonizar com o novo Projeto de Vida e Missão (PVM) da Ordem. Por tudo isso, o Prior geral convida a inspirar-se nos verbos que falam da sinodalidade: ouvir, dialogar, discernir, compartilhar e caminhar. Na verdade, com base nelas refletimos e orientamos nossas decisões. Por fim, confiamos nos frutos que podem resultar de tudo o que compartilhamos nestes dias, com a consciência de serem instrumentos de animação que, com o apoio do Pe. Geral, pretendem colocar frades, religiosos e leigos em contato com os nossos. grandes tesouros: a Palavra de Deus e a espiritualidade de Santo Agostinho e da Recoleção Agostiniana.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
DESTACAMOS

CSA-Leblon: Dia Vocacional Missionário para o Ensino Médio

Pastoral CSA- Leblon – Os alunos do Ensino Médio participaram …

20 de outubro: Santa Madalena de Nagasaki

Padroeira da Fraternidade Secular Agostiniana Recoleta Frei Jose Roberto Mason …

Cinco ideias do Congresso sobre a Vida e a Dignidade Humana

O Centro de Espiritualidade Agostiniano Recoleta da Andaluzia realizou, de …

ARTIGOS RELACIONADAS
COMENTÁRIOS