O Colégio Santo Agostinho do Leblon inicia atividades para comemorar seus 75 anos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

As comemorações foram feitas virtualmente

Nicolás Vigo | O Colégio Santo Agostinho do Leblon (Rio de Janeiro) comemora 75 anos de atuação na educação de crianças e jovens em 2021. Porém, devido à pandemia as comemorações tiveram que ser virtualmente, para prevenir infecções por COVID – 19, que afeta fortemente o Brasil.

Início das atividades

Como parte das celebrações, no sábado, 20 de março, foi programada a XX Manhã de Formação para os educadores agostinianos recoletos que atuam nas escolas de Leblon e Novo Leblon.

O tema escolhido para esta jornada foi: “Uma nova forma de ser escola agostiniana”. O dia começou pela manhã com uma oração, depois aconteceu a campanha ARCORES, Coração Solidário. Em seguida, o prior provincial, frei Miguel Ángel Hernández, dirigiu-se aos educadores por meio da plataforma Google Meet para enviar uma mensagem de saudação e felicitação.

O tema da formação esteve a cargo do professor Francisco Morales, da Escola Guidón de Belo Horizonte, que se encarregou de ministrar o tema: “Uma nova forma de ser escola agostiniana”.

O diretor do colégio, frei Jesús Izaguirre Roitegui, saudou também os educadores agostinianos recoletos e renovou sua confiança e compromisso com a qualidade da educação do colégio agostiniano.

A inauguração oficial dos atos celebrativos dos 75 anos do colégio Santo Agostinho do Leblon, aconteceu às 16h30, na solene Eucaristia que foi presidida pelo prior provincial, Frei Miguel Ángel e concelebrada pela comunidade dos frades agostinianos recoletos de Leblon e outros religiosos das comunidades do Rio de Janeiro.

Declaração das autoridades da Província e da Ordem

O Colégio Santo Agostinho do Leblon representa o esforço educativo da proposta educacional dos agostinianos recoletos e é uma forma concreta de trabalhar na formação do ser humano. O Prior Provincial, Fr. Miguel Ángel Hernández, concluiu a homilia com as seguintes palavras: «Que o Senhor continue a suscitar no nosso colégio homens e mulheres dispostos a correr riscos e aventurar-se a sonhar o sonho de Deus, que Deus suscite pessoas apaixonadas pelo seu trabalho, construtores de catedrais, contadores de estrelas, corações ardentes como o de Agostinho, para que possamos continuar a semear no coração dos jovens, adolescentes e crianças as sementes da fé, da sabedoria e do conhecimento, mas também da justiça, da paz e amor “.

Por sua vez, o prior geral, frei Miguel Miró, de Roma, enviou uma carta de felicitações, na qual exprime a sua alegria por este acontecimento histórico e renova o compromisso da Ordem pela educação: “Queremos oferecer uma proposta educativa de qualidade e pastoral. Para isso, nossa referência pedagógica na educação é Santo Agostinho. Estamos convencidos de que o itinerário intelectual e espiritual de santo Agostinho é uma proposta válida de projeto educativo que integre a pessoa e para a construção de uma sociedade mais humana, justa e solidária.”

Igualmente, o diretor da escola, Frei Jesús Izaguirre, lembrou os agostinianos recoletos que trabalharam no colégio e os milhares de alunos que foram formados em suas salas de aula; destacou o sentido de comunidade e de convivência: “Para ser educador no Colégio Santo Agostinhio é preciso passar pela experiência da convivência. Dedicamo-nos a compreender o significado da comunhão, da família, da convivência.” Além disso, propôs três verbos que refletem a proposta educativa do centro: aprender, refletir e reaprender, enfatizando a necessidade de uma formação permanente: “São movimentos dinâmicos que vivemos em nossa política educacional”, declarou.

Um pouco de historia

Recordamos que os religiosos agostinianos recoletos chegaram ao Leblon em 1931 e anos depois, em 1º de março de 1946, concluíram a construção das primeiras salas de aula desse colégio. Em 17 de março de 1946, o prior provincial, Frei Juan Manuel Anchuela, inaugurou solenemente o colégio e abençoou as instalações. No dia seguinte, o curso começou com apenas 80 alunos.

Em 1954, a escola experimentou um avanço qualitativo. Desde então, este centro tornou-se uma referência em educação de qualidade, que dá aos seus alunos valores agostinianos e uma formação para a vida. Atualmente, possui mais de 2.000 alunos.

Ao longo deste ano, serão realizadas várias atividades que farão memória dos alunos, ex-alunos, pais, professores e toda a equipe que trabalha no centro deste aniversário. As atividades comemorativas terminarão no dia 28 de agosto de 2022, festa de Santo Agostinho.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
DESTACAMOS

CSA-Leblon: Dia Vocacional Missionário para o Ensino Médio

Pastoral CSA- Leblon – Os alunos do Ensino Médio participaram …

20 de outubro: Santa Madalena de Nagasaki

Padroeira da Fraternidade Secular Agostiniana Recoleta Frei Jose Roberto Mason …

Cinco ideias do Congresso sobre a Vida e a Dignidade Humana

O Centro de Espiritualidade Agostiniano Recoleta da Andaluzia realizou, de …

ARTIGOS RELACIONADAS
COMENTÁRIOS