Agostinianos Recoletos
  • Home
  • Venezuela
  • Venezuela celebra 121 anos de consagração ao Santíssimo Sacramento do Altar
Venezuela

Venezuela celebra 121 anos de consagração ao Santíssimo Sacramento do Altar

Frei Roberto Mason | No domingo 5 de julho Venezuela celebra 121 anos da consagração do país ao Santíssimo Sacramento. O dia da consagração foi um domingo, 2 de julho de 1899. Em 2020 o dia 2 de julho cai num quinta-feira. Por razões pastorais, a Assembleia número 102 do Episcopado Venezuelano decidiu que o primeiro domingo do mês de julho de cada ano seja o dia em que toda a Venezuela celebra a Ação de Graças pela Consagração da Venezuela ao Santíssimo Sacramento.

Na celebração deste ano de 2020, não podemos perder de vista dois aspectos: o primeiro, que o Episcopado Venezuelano estabeleceu que seja feita o primeiro domingo do mês de julho o dia especial com solene ação de graças pela consagração da Venezuela ao Santíssimo Sacramento (Conf. Assembleia 102 da Conferência Episcopal Venezuelana – CEV); e o segundo, que em 2020 o primeiro domingo de julho é o dia 5, dia da nossa independência (5 de julho de 1811). Assim, no dia 5 de julho de 2020 Venezuela comemora 209 anos de independência y 121 anos de consagração.

É muito bom saber que a Ata da Independência começa com estas palavras: “Em nome de Deus Todo-poderoso…”, e o lugar escolhido para os patriarcas libertadores para a assinatura da Ata de Independência foi a Capela do Seminário Tridentino Santa Rosa de Lima de Caracas, capela que ainda se conserva perto da Praça Bolívar em Caracas.

Nas circunstâncias do confinamento pela emergência sanitária, coloquemos todo o entusiasmo de nossa fé e o afeto de nosso coração para celebrar este acontecimento desde nossos lares. Vamos renovar a consagração da Venezuela ao Santíssimo Sacramento no dia 5 de julho, e que “Jesus Sacramento do Altar guie com olhos de piedade nossa Pátria e nos dê esperança e forças para renovar nossa independência em cada lugar de nossa Pátria, recebendo a Graça de Deus para renovar a fé no coração de cada venezuelano (Padre Edgar Sánchez, San Cristóbal, Venezuela). 

Um pouco de história – Uma junta nacional liderada pelo presbítero João Batista Castro foi a que promoveu a Consagração da Venezuela ao Santíssimo Sacramento.

Batista Castro, nascido em Caracas no dia 19 de outubro de 1846, foi ordenado sacerdote pelo arcebispo Guevara e Lira quando este estava a caminho do desterro por ordens de Guzmán Blanco. Na pausa que o arcebispo fez na cidade de Barcelona (Venezuela) para passar o Natal de 25 de dezembro de 1970, fez a ordenação presbiteral, naquela cidade do oriente Venezuelano, do jovem João Batista Castro, então com 24 anos, que anos depois, em 1904, seria nomeado arcebispo de Caracas.

Quando Venezuela saiu da ditadura e da tirania de Guzmán Blanco, a junta nacional liderada pelo padre João Batista Castro, já conhecido pelo bom trabalho desenvolvido, solicitou ao Episcopado Nacional consagrar perpetuamente a República da Venezuela ao Santíssimo Sacramento. O pedido foi unanimemente acolhido pelos Bispos Venezuelanos, que aprovaram e organizaram a celebração.

No domingo 2 de julho de 1899, três dias antes do dia da Independência de Venezuela (5 de julho), celebrou-se a consagração. O arcebispo de Caracas, Dom Críspulo Uzcátegui, presidiu de modo solene a celebração, e deste esse dia Venezuela também é conhecida como a República do Santíssimo Sacramento.  

Noticias Relacionadas

Milhares de Rosas para Maria

Sergio Sambl

Fiestas Patronales en San Judas Tadeo de Caracas

Roberto Mason

Conozca el Seminario Nuestra Señora del Buen Consejo de Venezuela

Roberto Mason

Entrega de la parroquia Nuestra Señora de Lourdes – Tía Juana, Zulia

Roberto Mason

Um gesto solidário com Venezuela desde nosso Seminario de Franca

Sergio Sambl

Calendario de reflexiones recoletas del 16 al 24 de diciembre

Roberto Mason

Deja un comentario