Agostinianos Recoletos
  • Home
  • Brasil
  • Ecos de Interioridade desde a Missão do Marajó
Brasil Notícias

Ecos de Interioridade desde a Missão do Marajó

 Na manhã de quarta-feira, 24 de junho, houve encontro virtual com o bispo da Prelazia do Marajó – Dom Evaristo (OFM), o mesmo animou os padres e Frades OAR a compartilharem como vem sendo a experiência da missão no Marajó em tempos de pandemia.

 Ouvindo o bispo e os frades OAR no Marajó, fica evidente que neste tempo de pandemia as necessidades da Igreja não se limitam ao material. O vírus também afeta a vida interior, espiritual, psíquica. A necessidade de cuidar do mundo interior vem se manifestando como parte essencial do apostolado missionário.

.“A nossa vida não pode ser a mesma”

 Nenhum de nós imaginou que viveria um momento semelhante a este em nossas vidas. Sem encontros e missas presenciais. Algumas pessoas desanimaram, inclusive chegando à depressão. Aqui estamos nós [Clero, sacerdotes e frades OAR] para consolar o nosso povo. Sentimos a morte de Frei Pedro Esparza OAR – um dos pioneiros da Prelazia – e a partida repentina de Frei Raimundo OAR nos afetou muito desde a comunidade N. S. da Luz, em Portel-PA. Neste sentido também nos solidarizamos com a comunidade OAR de São José de Queluz, em Belém do Pará, na qual os frades sofreram muito com o contágio do novo conoravírus._
 Em nosso Seminário Santa Maria Mãe da Igreja, alguns seminaristas atravessaram por um período de isolamento dos demais. A nossa vida não pode ser mais a mesma. A pandemia nos fez rever os valores de nossa vida, o valor de Deus e de nossos irmãos, rever o sentido de nossa vocação. Por isso, estamos em um tempo de crescimento espiritual. Em Soure-PA – Sede da Prelazia do Marajó – agora mesmo a comunidade conta com dez membros, empenhados entre afazeres internos e em auxiliar, com as devidas medidas, a população mais carente.”
Dom Evaristo, no encontro com o clero, 24 de junho de 2020. Solenidade da Natividade de São João Batista.



Fala  dos frades na reunião:

 a) Frei Laércio OAR (Paróquia de Sant’Ana, Breves-PA), estando no município mais afetado dos 16 que formam o arquipélago do Marajó ressalta que, além de todo o auxílio material e orientações sanitárias, o povo também necessita de orientação espiritual: “O vazio interior, a angústia, são realidades pelas quais o povo também busca ajuda pessoal. Esta é uma parte essencial do desafio missionário na Paróquia de Breves-PA”. Município que, ao dia de hoje, com mais de mil casos confirmados de covid-19, registra 6% de óbitos (no cálculo de número de óbitos por cem mil habitantes). Um número muito elevado que levou Breves a ser destaque na imprensa nacional.

b) Frei Manuel OAR (Paróquia de N. S. da Luz, Portel-PA) ressaltando a peculiaridade deste tempo de pandemia agradece o apoio e as orações: “Um tempo especial para todos nós”. Frei Antônio Cândido OAR, também em Portel, lembra o impactante que foi para a comunidade de frades e para o povo a morte repentina de Frei Raimundo Nonato OAR no último dia 10 de maio. Este também enfatiza que: “A questão social de ajuda material vai ligada ao apoio e orientação pessoal”.

c) Frei Nicolás OAR (Paróquia N. S. Conceição, Salvaterra-PA) manifesta sua gratidão a ajuda que, através da Prelazia, vem sendo encaminhada para a comunidade, a mesma sendo de suma importância, especialmente, às comunidades da zona rural. A Igreja campesina e quilombola de Salvaterra vem sofrendo bastante com a pandemia, daí viram a necessidade de criar barreiras com a finalidade de fechar o trânsito de pessoas de fora das comunidades. Sempre com o intuito de preservar a vida dos mais vulneráveis.

Noticias Relacionadas

Los alumnos del Santa Rita de Casia de Lima logran el primer lugar en creatividad

Nicolás Vigo

11 Jovens deram inicio ao Noviciado

Sergio Sambl

Las JAR de Santa Fe llevaron a cabo la asamblea anual

Augusto Uriarte

Entrevista com Frei Ismael Ojeda: «O mundo e a sociedade mudarão, não serão mais os mesmos»

Rodolfo Pereira

Papa Francisco: Amazônia, um “Sínodo urgente”

Sergio Sambl

El Vicario de Perú visitó la FSAR de La Caridad de Perú

Nicolás Vigo

Deja un comentario